"Amar é um dos verbos mais difíceis de se conjugar: o seu passado não é perfeito, seu presente apenas indicativo; e o futuro é sempre condicional." (Jean Cocteu)"

terça-feira, 3 de março de 2009

Academia


Ai Ai Ai!!!!!! Saudade que mata!!!!! Mas estou de volta!

Escrever é que nem ir a academia, quando você deixa de ir vai dando uma preguiça.... Mas quando você volta volta também a empolgação....
Aliás Falando em academia:

Já perceberam como as pessoas mudam de comportamento quando entram numa academia?

O cara entra pela primeira vez na academia e lá esta aquela recepcionista com um sorriso no rosto que até hoje não sei se significa "bem vindo!" ou "esse não dura duas semanas...".

Olha ao lado e vê um monte de pessoas saradas, mulheres com corpos esculturais, caras malhados e o coitado com aquela barriga de chope começa a se visualizar com aquele corpo saindo com aquelas gatas, começa a empolgação...

Então chega o personal trainer com aquele sorriso no rosto, uma cara meio maníaca, olhos arregalados: " E aííííí pronto pra transformar essa gordura em músculo??? Vamos entrar em forma???"""

O cara empolgado é atrelado então a uma máquina que parece um instrumento de tortura medieval, acompanhado pelo personal trainer, e começa: "Um, dois, três..." na quarta o coitado, já vermelho, puxa aquele pedaço de ferro em câmera lenta até a metade do curso com o personal gritando na orelha: "Mais um!! sei que você consegue!!!! Vai lá!!!" (a cor da vítima começa a mudar para roxo) e o personal com um sorriso sádico ao lado: "você conseeeeegue, vai!..." A pobre figura geme e num esforço hercúleo termina o movimento com hurro e solta a barra com tudo no chão, fazendo aquele barulho surdo de ferro batendo só abafado pelos gritos do seu mentor "Aêêê!!!! Não falei que você conseguia!!!! Parabéns!!!!" o cara aliviado abre um sorriso enorrrme... dai ele olha para o lado e vê um magrelo no mesmo tipo de aparelho com o dobro de peso contando em voz alta: "cento e quarenta e trêeeees, cento e quarenta e quaaaaatro...."

No final de uma hora o cara está acabado... é quando ocorre um fenômeno curioso: o fulano passa na frente do espelho e vê um músculo saltado (na verdade inchado) pára na frente do espelho e algo acontece... Ele começa a ver outra pessoa, ja não parece mais tão fora de forma, murcha a barriga, faz muque, de repente parece que ele vislumbra uma sombra de gominho no seu abdome... Orgulhoso ele cruza na saída um novato entrando olha para ele com desdém...

Chega em casa se arruma para o trabalho corre, resolve ir a pé hoje (nada como um exercício aeróbico, pensa). Chega no trabalho ensopado de suor e com o desodorante vencido, e começa a falar para todos como a academia mudou a sua vida, que ele esta se sentindo na melhor forma da sua vida, que beltrano está muito sedentário, fala das qualidades do seu personal... etc etc...

Sai para almoçar com o pessoal e come só salada: " Carboidrato é um veneno, agora so como coisas saudáveis"...

Antes de dormir da mais uma olhadinha naquele músculo saltado, pensa em acordar mais cedo ainda para fazer duas horas de academia em vez de uma... deita e dorme...

Bem, no dia seguinte o despertador toca e nosso amigo já sente alguma coisa errada...
-doooooooooor!
O braço mal consegue se esticar até o despertador para desligá-lo. Com muito esforço ele consegue se levantar... Ele pensa "entrar em forma é sacrifício!" levanta mas na hora de colocar a malha, recém comprada na lojinha da academia, ele percebe que não consegue mais levantar a perna...

O pânico começa a tomar conta, de cueca ele se dirige ao banheiro e liga o chuveiro quente...

Quando sai consegue andar um pouco melhor... Veste a malha e... passando na frente do espelho ele dá um grito abafado de horror.... aquela malha justa ... que ontem parecia envolver um corpo sarado agora parecia amarrar um colchão, as banhas parecem escorrer pela lateral escondendo o elástico.

Naquele momento ele começa a pensar em não ir hoje, só hoje... (para deixar a musculatura descansar).

Volta para a cama, deita até a hora de trabalhar, chega atrasado porque não conseguiu correr atrás do ônibus que saía do ponto.

No trabalho começa a gozação "ué não foi pra academia hoje? - Você parece meio abatido... etc etc" Na hora do almoço a dor já passa um pouco e ele já começa a imaginar ele amanhã na academia de novo, vai ao restaurante self service enche o prato de arroz, feijão, bife, e um pedacinho de lasanha e pensa: "Amanhã eu queimo isso na academia!". No final do dia sai com o pessoal no happy hour, enche a lata de cerveja, torresmo e fritas.

No dia seguinte de ressaca: "hmmm acho que vou deixar para ir amanhã na academia...

Bem .... Dai já era...

O importante é curtir...

Um comentário:

Andrea disse...
Este comentário foi removido por um administrador do blog.
Novo! - pesquise aqui a WEB ou Postagens do Blog
Google