"Amar é um dos verbos mais difíceis de se conjugar: o seu passado não é perfeito, seu presente apenas indicativo; e o futuro é sempre condicional." (Jean Cocteu)"

quinta-feira, 27 de março de 2008

Amor no Século XXI


Esse título é recorrente mas é dificil falar de amor hoje, porque ele mudou completamente seu caráter:

Hoje amar no seu conceito romântico é um sentimento restrito aos adolescentes que ainda conservam o amor singelo nas primeiras paixões. Mas ele esta sempre fadado a morrer logo após as primeiras decepções.

Acredito que a facilidade de "ficar" é a grande culpada disso
Na verdade o ficar é uma cultura que existia aqui só nos bailes de carnaval. Quando iamos e no salão beijavamos alguém depois saíamos cada um para o seu lado.... depois saia procurando outra ou se desse na telha ou (faltasse opção) repetiamos a dose com a mesma menina...


Mas agora, assim como o carnaval, ficar saiu daquele espaço restrito de cinco dias e se espalhou pelo do ano em micaretas, raves, boites mil....
Até que ponto isso é "papo de velho" não sei, mas não vejo isso como positivo.... pois gera uma facilidade extrema para ficar pulando de galho em galho e isso nada favorece o amor... Na verdade o amor é a grande vítima do seculo XXI.

Em parte eu entendo isso: não se ligar a alguem é a melhor maneira de não sofrer, e mais ainda, ligar-se com opções já em vista para quando terminar é melhor ainda.

Acabou-se aquela sensação, mesmo que mentirosa de que a pessoa é insubstituível, simplesmente porque é muito fácil substituir.

Todo mundo tem seus ficantes, rolos, fuck buddies etc... então se acabar, fico chateado mas tenho já quem me console....

Bem mas os tempos novos estão aí não adianta lutar contra eles... então o negócio é aceitar! e curtir...

2 comentários:

Pitucka disse...

Sem comentários.

Uma Aprendizagem ou O Livro dos Prazeres disse...

Para maiores informações a respeito, acesse: www.manualdocafajeste.com (só para mulheres!!)

Beeeijo, Du!!

Novo! - pesquise aqui a WEB ou Postagens do Blog
Google